facebook Dúvidas?

Autorização excepcional para abate e processamento de Produtos de Origem Animal Segundo Preceitos Religiosos

Explorando os protocolos e implicações da autorização excepcional para abate e processamento religioso de produtos de origem animal.


canva

A recente publicação da Portaria nº 676/2024, trouxe à tona importantes procedimentos para a solicitação, avaliação, concessão e revogação da autorização excepcional para abate e processamento de produtos de origem animal de acordo com preceitos religiosos.

Essa regulamentação impacta diretamente o setor, trazendo aspectos essenciais para a compreensão e aplicação dessa autorização excepcional.

Disposições preliminares

A portaria define claramente os termos utilizados, como autorização excepcional, autoridade religiosa, estabelecimento, entre outros, estabelecendo as bases para a compreensão do texto. Além disso, apresenta os princípios fundamentais, destacando a importância do bem-estar animal e da conformidade com as leis vigentes.

Procedimentos para solicitação

O processo de solicitação da autorização excepcional é detalhado, desde a identificação do estabelecimento até a justificativa para a dispensa de determinadas regras previstas nos atos normativos específicos. Destaca-se a necessidade de amparo por declaração da autoridade religiosa correspondente, evidenciando a importância do respaldo religioso para a concessão dessa autorização.

Avaliação e concessão da autorização

O processo de avaliação é realizado com base em premissas específicas, como a conformidade dos documentos apresentados e a garantia do padrão de inocuidade do produto final.

O parecer técnico emitido subsidiará a tomada de decisão pelo Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal, que poderá estabelecer condições adicionais para a concessão da autorização excepcional.

Disposições finais

A portaria estabelece condições para a revogação da autorização excepcional, visando garantir o bem-estar animal, a saúde pública e as atividades de exportação de produtos de origem animal. Além disso, determina as regras para identificação do preceito religioso nos produtos, sem a necessidade de certificação religiosa por parte do Serviço Oficial.

Conclusão

A Portaria nº 676/2024 representa um avanço na regulamentação do abate e processamento de produtos de origem animal segundo preceitos religiosos. Ao estabelecer procedimentos claros e criteriosos, busca conciliar as práticas religiosas com as exigências sanitárias e de bem-estar animal, promovendo a segurança dos alimentos e o respeito à diversidade religiosa.

Curso

Para aqueles interessados em aprofundar seu conhecimento sobre os procedimentos de abate e processamento de produtos de origem animal, especialmente no contexto de abate humanitário, recomendamos também explorar nosso curso sobre Regulamento Técnico de Manejo Pré abate e Abate Humanitário.

Este curso oferece uma compreensão abrangente das diretrizes do abate humanitário, garantindo o bem-estar dos animais e a conformidade com os padrões regulatórios, contribuindo assim para a excelência na produção de alimentos de origem animal.

NOTÍCIAS

21/05/2024

Rotulagem de Lactose

2ª edição do Documento de Perguntas e Respostas.

20/05/2024

A importância da rotulagem na proteção contra alergias alimentares

Atualizações na 6ª edição do documento de perguntas e respostas.

16/05/2024

Destaques da 8ª Reunião Pública da Diretoria Colegiada da Anvisa

Promovendo transparência e segurança.

15/05/2024

Flexibilização do Sisbi-POA no Rio Grande do Sul

Uma medida de apoio ao setor de alimentos de origem animal.

07/05/2024

Rotulagem de Águas Minerais e Potáveis de Mesa

Garantindo transparência e qualidade conforme a Resolução ANM nº 157/2024.

22/04/2024

Autorização excepcional para abate e processamento de POA segundo preceitos religiosos

Explorando os protocolos e implicações da autorização excepcional para abate e processamento religioso de produtos de origem animal.

19/04/2024

Botulismo: Riscos, sintomas e prevenção

Explore os aspectos essenciais para uma abordagem segura e informada.

19/04/2024

Curso sobre Botulismo: Prevenção, Diagnóstico e Controle

Principais alimentos envolvidos e os controles a serem implantados na indústria de produtos susceptíveis.

18/04/2024

Ministério da Agricultura e Pecuária lançou a 3ª edição do Projeto ConSIM

Visando aumentar o número de municípios aderidos ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal, o Sisbi-POA.

17/04/2024

Termos de compromisso para estabelecimentos de produtos de origem animal

O Impacto da Portaria SDA/MAPA nº 1.091/2024.

16/04/2024

Curso sobre RT de Manejo Pré Abate e Abate Humanitário

Bem-estar animal na Indústria de Alimentos: Dominando os princípios do abate humanitário.

15/04/2024

Rotulagem nutricional frontal: Prazos para adequação

Empresas fabricantes de alimentos, que não estejam em conformidade, têm até o dia 22 de abril de 2024 para se adequarem.

13/04/2024

Novo regulamento para materiais metálicos em contato com alimentos

Saiba mais sobre as diretrizes essenciais para garantir a segurança e a conformidade com a legislação.

12/04/2024

Anvisa atualiza assuntos de petição para avaliação de novos alimentos e ingredientes

Atualização está relacionada ao novo marco regulatório. Conheça os códigos.

11/04/2024

Anvisa promove sustentabilidade com novas diretrizes para Embalagens de Alimentos

Agência publica 6ª edição do documento de Perguntas e Respostas sobre materiais em contato com alimentos.

10/04/2024

Anvisa adota nova abordagem regulatória para área de Alimentos

Medida aprimora o controle pré-mercado, a partir de critérios de risco.