facebook

12/09/2019

Publicado guia para bancos de alimentos

Guia é uma iniciativa conjunta da Anvisa e do Ministério da Cidadania.


maçaPromover uma manipulação segura dos alimentos nos bancos de alimentos e a segurança alimentar e nutricional dos beneficiários. Esses são os objetivos do Guia de Boas Práticas para Bancos de Alimentos, publicado no portal da Anvisa no último dia 5 de setembro.

O material, que é uma iniciativa conjunta da Anvisa e do Ministério da Cidadania, traz recomendações e orientações baseadas nas normas sanitárias vigentes, de modo a apoiar os gestores e os responsáveis técnicos dos bancos de alimentos na elaboração do seu Manual de Boas Práticas. Contém, ainda, orientações sobre a prática diária para a conformidade e a segurança dos alimentos transacionados nos bancos de alimentos.

Contribuições

O guia ficará aberto a contribuições durante o período de um ano. Para participar, basta preencher o formulário.

Webinar

Com o intuito de divulgar o Guia de Boas Práticas para Bancos de Alimentos, bem como a motivação para sua elaboração e a sua importância para o combate ao desperdício de alimentos com segurança e qualidade sanitária, a Anvisa fará um seminário virtual na quinta-feira (19/9), às 15h. O Webinar é gratuito e para participar basta acessar o site na data e horário agendados.

Fonte: Anvisa

 


Bancos de Alimentos, o que é?

  • Os bancos alimentares ou bancos de alimentos são organizações sem fins lucrativos baseadas no voluntariado e que têm como objetivo a angariação de donativos de bens alimentares e a recuperação de excedentes alimentares da sociedade para os redistribuir entre pessoas necessitadas, evitando qualquer desperdício ou mau uso
  • Os bancos alimentares operam em sociedades desenvolvidas e despertam o espírito solidário e difundem os valores humanos e culturais necessários para ajudar a mitigar a cruel contradição que se manifesta na existência de excedentes alimentares e as bolsas de pobreza e marginalização existentes.
  • Os bancos alimentares não entregam comida diretamente às pessoas necessitadas mas sim a instituições caritativas e de ajuda social oficialmente reconhecidas, e que têm um contacto mais próximo com os cidadãos necessitados.
  • Os bancos alimentares são entidades reconhecidas oficialmente.
  • No caso do Brasil, o Banco de Alimentos foi fundado em 1988 e atua, além da recolha de alimentos, através de ações educativas e profiláticas voltadas às comunidades atendidas e incentiva a ação certa para o fim da cultura do desperdício e para a promoção da cidadania consciente.

 

Fonte: Wikipédia

NOTÍCIAS

16/02/2020

Controle de qualidade da água

O controle da qualidade da água é de vital importância para a industria de alimentos.

11/02/2020

Lançada consulta pública para revisão de normas de bebidas não alcoólicas

Os interessados terão até o dia 27 de abril para sugerir mudanças nos padrões de qualidade e identidade dos produtos.

06/02/2020

Fiscalização de produtos de origem animal por consórcios municipais impulsionará economias regionais

A medida, prevista no Decreto 10.032/2019, está em vigor.

06/02/2020

Mapa abre consulta pública para criar regulamento técnico do soro de leite

Produto tem alto valor nutricional sendo cada vez mais valorizado pela indústria alimentícia.

31/01/2020

Mapa publica padrões de identidade e qualidade para água de coco

As novas regras tratam da composição do produto processado e também sobre adição de açúcar.

29/01/2020

Sisbravet entra em funcionamento para notificação de emergências veterinárias

Sistema está em funcionamento desde 16 de janeiro e já tem 725 usuários cadastrados. Estimativa é chegar a 3 mil usuários.

28/01/2020

Mapa abre inscrições para feiras internacionais de alimentos e bebidas

O objetivo do ministério é organizar missões comerciais para atrair investimentos e promover o desenvolvimento do agronegócio nacional.

27/01/2020

Serviço de Inspeção Federal completa 105 anos

O serviço é conhecido pelo selo SIF encontrado nos alimentos de origem animal, como requeijão, iogurte, carnes e ovos.